Minha lista de blogs

sábado, 14 de outubro de 2017

Que tal um drink no Skyview em Dubai!


O Hotel Burj Al Arab é o principal ponto turístico em Dubai, diz a reportagem guiaemdubai.com .
Atrevo-me a dizer que talvez já foi a principal. Hoje, já existem tantas outras atrações de tirar o fôlego de qualquer um que chega por lá. Fica muito difícil classificar qual é a principal. Se entrarmos pelo viés do luxo, complica mais ainda. Dubai sabe como encantar a todos com lugares luxuosos. Um verdadeiro pecado capital da luxúria.

Mas, é verdade. Parece-me que no imaginário de quem prepara-se para ir a Dubai está o sonho de consumo de conhecer o ícone hotel que parece uma " caravela". E, conhecê-lo por dentro.

Voilá! Que tal um drink no Sky View Bar?
Yesssss...

 Primeiramente faça uma reserva e seja pontual.
 E, capriche no visual para dar aquele ar de "se fui pobre não me lembro"(risos).
 E, seja muito feliz!



Um cardápio elegante, clean e caro. 
Lembramos que tudo o que é bom tem o seu preço!



                               A escolha de um simples drink transforma-se num ritual caprichado.
                                                                 As cores sinalizam o seu pedido.
                                                                 E, o ouro será sempre o mais valorizado.



           O ambiente é mesmo muito instigante. Uma mistura de exagero, de " brega", mas com um efeito sedutor. E, a gente fica sem saber bem o que dizer...porque o mais importante é curtir quele momento único de estar num dos lugares mais cobiçados do mundo. Claro! O ego fica massageado!




                                                     Ir lá desacompanhada? Nem pensar!
                  Um lugar mágico igual ao " Alice no país das maravilhas" ou  "Mil e uma Noites"... sem desperdícios, por favor!
Melhor do que o lugar , cenário e os drinks coloridos é a companhia que te faz feliz e sorrir a toa!


                                           As experiências que vivenciamos ficam na bagagem que levamos.
           Sem medo de ser feliz, um brinde à leveza de viver as oportunidades que a vida nos presenteia.




                                                                                                      Gratidão!

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

A criança precisa ser levada a sério

                           Nessa manhã, abro meu facebook e encontro a frase acima:
                                                   " A criança precisa ser levada a sério".
                             ( Espaço de Educação Infantil Contos e Cores-Blumenau-SC).

Imediatamente veio a minha mente um replay de imagens que tem marcado os tempos: indiferença, descaso, descuido, desamor, desafeto e tantos outros sinônimos que possam ser colocados nessa lista. Infelizmente.

O dia de hoje, 12 de outubro-Dia das Crianças, fortemente celebrado em nosso país, merece uma reflexão um pouco mais atenta. Sem deixar de curtir tantas postagens lindas no Facebook e em whatsApp (grupos familiares) porque ali vibramos com a criança que fomos e com as que chegam para nosso convívio. São lindas, bem alimentadas, muito amadas e bem cuidadas, graças a nossas contínuas lutas para manter essa condição. E, certamente, sem deixar de lembrar, que também as adversidades cruzaram esse caminho.

Deixando nosso umbigo um pouco recuado, o que encontramos é um mundo bastante perturbado, injusto, maldoso e até cruel com as inofensivas crianças que chegam ao mundo e a recepção não é nada calorosa. Umas são recebidas com fome de alimentos básicos, de saúde, de educação, de moradia ; outras, com tiros, maus tratos e rodeadas por uma miséria humana,  que dá dó e que mora ao lado de cada coração inocente. Essas crianças gritam silenciosamente por socorro e não são  atendidas. Os ecos ressoam por todo o planeta; aqui no Brasil, na África ( Etiópia e outros), nas Américas, no Oriente Médio, na Europa ...nos países mais ou menos desenvolvidos.

                                Realmente! A criança precisa ser levada a sério! 
Eu sei. Não temos grande alcance para transformações imediatas de um panorama que urge, como gostava de dizer um professor meu. Mas, fica aqui um pontinho de reflexão. Para não entrar na aceitação das atrocidades e dos descuidos e descasos como sendo naturais ou " o mundo é assim mesmo" . Não. O mundo não é assim. O mundo é o que fazemos para ele ser. Um pouco mais de consciência e olhar atento para a dor do outro e a partir disso manifestar alguma atitude ( por menor que seja) de compaixão pode fazer uma grande diferença. De diferença em diferença quem sabe podemos socorrer uma criança aqui...outra ali...e outra ainda, acolá.


      " Guie uma criança pelo caminho que ela deve seguir e guie-se por ela de vez em quando".                                                                                                               ( Josh Billings)



                                              " Quando vejo uma criança, ela inspira-me dois sentimentos: 
                                                  ternura, pelo que é, e respeito pelo que pode vir a ser". 
                                                                                                 (Louis Pasteur)




                                                " Só é possível ensinar uma criança a amar, amando-a".
                                                                                                                 ( Goethe)


"Crianças deixam o coração mais forte, a casa mais barulhenta, a mãe mais sonolenta. A poupança menor, a noite maior. As roupas mais batidas, a tristeza mais contida, a família mais agradecida. O carro mais sujo, a sala mais bagunçada, a vida mais abençoada. A gratidão mais clara de ver, a oração mais fácil de crer, o caminho mais bonito a percorrer. O futuro melhor melhor para sonhar, e a alma...a alma muito maior para amar."  (Autor desconhecido enviado por Lurdinha Gadelha)


Crianças deixam a gente mais criança...as brincadeiras fazem do seu faz de conta um mundo real. As vezes são fantasminhas...outras abelhinhas. Porque são doces, voam no pensamento delas próprias, se escondem para se mostrar numa transparência que comove, que inspira e que convida-nos a brincar em cada amanhecer, pelo prazer singelo da troca no brincar. Gratidão por esse fantasminha do bem, abelhinha Isabelinha, potinho de mel. Nossa Isabela que sabe ser feliz e nos faz feliz também na simplicidade do esconde-aparece. Uma troca de amor puro que emociona e nos impulsiona a acreditar que tudo é possível em cada agora que vivemos.

                                                                 Crianças merecem ser levadas a sério!



domingo, 8 de outubro de 2017

Puro mel


                                    A abelhinha está pronta para adoçar todos com o seu puro mel.
                                                            Isabela. IsaBELLA. Isabelhinha.

                                                            Existe alguém mais doce do que ela?









Toda a colmeia trabalhou feliz para que nossa abelhinha Isabela fosse festejada no seu primeiro aniversário. A festa estava linda e cheia de doçuras. Mamãe abelha não mediu a quantidade de mel em todos os detalhes. Cada cantinho foi cuidadosamente planejado e executado por ela. Essa mamãe é muito amorosa, talentosa e trabalhadeira. Voava pra lá e pra cá e os olhinhos só enxergavam amarelinho. A colmeia toda ajudou: cada abelha  com suas habilidades!

                                          Mamãe Débora, abelha rainha com olhar atento em tudo
                                          e transbordando orgulho da linda e meiga Isabelhinha.


                                   Papai Gustavo, abelha zangão escolheu cuidadosamente as músicas
                                   para aconchegar, ainda mais, todas as abelhas convidadas que
                                                                chegavam para abraçar a pequena abelhinha.


                                       A doce Jeana, abelha babá que foi trabalhando dia a dia
                                               recortando, colando enfeites e cuidando da pequena Isabela
                                       enquanto papai e mamãe da abelhinha voavam pra outras colmeias.


Quando muitas doçuras se juntam a atmosfera do lugar se transforma. E, os amiguinhos vieram espalhar o seu mel pela festa. Nem todos estão nessa foto porque abelhinhas são cheias de saúde e energia e fica quase impossível juntar todas num só lugar, no mesmo  momento!!


                                        Ben, abelha priminho chegou espalhando mel com seus olhos azuis
                                                                             e cores brasileiras em seus pezinhos
                                                                             só pra dizer pra Isabela que a ama muito.


                                                       O amor entre abelhinhas é simples e sincero.
                                                   Porque doçura entende doçura sem precisar de palavras.


               Assim, a princesinha abelha espalhou o seu mel numa tarde gostosa de setembro em Dubai.
                                       Sim! Essa abelhinha encantadora nasceu e mora por lá.
                                       Os Emirados Árabes também precisam de doçuras brasileiras.


E, então pergunto: existe alguém mais doce do que ela?
Existe, sim...muitas abelhinhas doces e lindas pela vida afora. Mas, para cada um de nós, avós, titios, dindos e dindas abelhas, babonas e apaixonadas por essas doçuras, que chegam em nossa vida, a abelhinha que pousou em nosso coração, espalhando seu mel por todo o nosso ser, será a mais linda, a mais doce e a que faz tudo melhor. Porque o amor é tanto, que transborda...chega a nos lambuzar com tanto mel. Só gratidão!!

domingo, 3 de setembro de 2017

Chateau de Castelneau - Bordeaux

O céu não estava muito azul nesse dia. A visita ao Chateau de Castelneau promete passeios na chuva acompanhada com muita paixão pelo seu proprietário: um francês muito simpático, que exala admiração e amor por cada pedacinho de terra onde as vinhas crescem.



O Chateau de Castelneau, situado no coração de L´Entre-deux-Mers (Saint-Léon, Bordeaux), é destacado tanto pela autenticidade do lugar quanto pelo seu vinho, surpreendente e refinado.


Castelneau é uma relíquia da prestigiosa história de Entre-dois-Mares. O castelo principal foi construído no século XIV. Agora, está na oitava geração da mesma família. Nesse tempo de vida poucas coisas foram modificadas procurando manter a original aparência.


O velho e bom companheiro foi recepcionista neste dia. A visita encantou a todos pela descontração e simplicidade do lugar e de seus proprietários, sem perder a elegância, que é característica dos franceses.








Os vinhos produzidos aqui levam a qualidade Bordeaux e da região de L´Entre-deux-Mers
Destaque para os rouges e Bordeaux Claret. 


O Claret é uma especialidade de Bordeaux que vem conquistando popularidade. Ele homenageia o vinho que era exportado ao Reino Unido da Idade Média e inspirou o termo inglês claret, usado para descrever o bordeaux tinto. Tem mais personalidade e vigor que um vinho rosé, mas é menos tânico que um tinto. Tem cor rosa-escura, é frutado e fácil de beber, ideal como aperitivo ou entradas e grelhados. A cepa preferida é a Merlot, mas usam-se as duas Cabernet. As peles das uvas são maceradas com o sumo por até dois dias em vez das 4 ou 5 horas usadas no rosé e às vezes o vinho é ligeiramente amadurecido em barris de carvalho (barriques). É melhor se for consumido gelado no ano seguinte à safra. Fonte: Adega Veja do Vinho, volume 2




Depois dessa imersão pela paixão ao terroir e suas vinhas resta-nos agradecer pelo privilégio de uma vivência tão encantadora. As portas estão sempre abertas para que espiemos a vida e alimentemos a alma com a simplicidade ou sofisticação de cada história. A vida nos leva a caminhos nunca antes imaginados e mesmo assim, parece que ali é o lugar da gente.
                                                                                   Au revoir...santé!

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Mãos que acariciam o vinho

        Na chegada, uma bela recepção com elementos que falavam da história desse Château.
O dia de visitação, aos redores de Bordeaux,  prometia altas sensações visuais, olfativas e gustativas: Grand Cru Classé de Graves en rouge et en Blanc. 

                                                     CHATEAU MALARTIC LAGRAVIERE



O domínio de Lagravière é conhecido desde o início da produção pela excelência em seu terroir.
Tudo começou no século XVII quando a propriedade foi comprada pela família do Conde Hippolyte de Maurès de Malartinic.


 Servindo em diversas batalhas para Reis da França, o Almirante ganhou reconhecimento especialmente pelo seu desempenho na Batalha de Quebec, em 1756. Cem anos mais tarde, as terras foram adquiridas pela Madame Arnaud Ricard, que adicionou o nome Malartic, mas manteve o sobrenome original em homenagem aos fundadores.


Assim, a vinícola manteve uma excelente reputação e em 1953 foi uma das seis propriedades a conseguir a classificação de Graves pelos vinhos branco e tinto. Hoje, quem mantém essa tradição é a família Bonnie, de origem belga.


                               Degustar esses brilhantes vinhos foi a grande vivência da viagem à Bordeaux, talvez a mais celebrada e conhecida região vinícola do mundo por ser a terra dos grandes châteaux, que em geral, fazem jus à fama de produzir vinhos muito elegantes, longevos, encorpados e classudos. Os melhores são mesmo excepcionais. A denominação Grand Cru significa vinho de grande qualidade e Gran Cru Classé são os melhores vinhos de Bordeaux. Poder degustá-los em terras próprias foi um prazer indescritível, principalmente depois de conhecer a histórica tradição e altíssima reputação. Voilà!


Impressiona ao avistar a tamanha produção desse líquido precioso com tanta qualidade e com a modernidade que se alia à natureza para produzir com excelência. Sem perder a paixão pela terra, pelas vinhas e pelo ser humano. Sim, tudo digitalizado para maior controle ao alcance da excelência.


Mas, o que vale mesmo é a paixão pela terra, o amor pelas vinhas e o encantamento com que esses ingredientes são utilizados como a melhor matéria prima para o melhor resultado de muito prazer, admiração e zelo por aquilo que a natureza oferece.


                                                          São as mãos que acariciam a terra
                                                          E respeitam a vinha.
                                                          São as mãos que afagam o verde
                                                          E cuidam do que amadurece.
                                            Só os homens sabem sentir o valor de uma única planta
                                            E, não a máquina, que colhe sem pensar no prazer que está por vir.


                                                                          " Por mais raro que seja,
                                                                             Ou mais antigo,
                                                                             Só um vinho é deveras excelente:
                                                                             Aquele que tu bebes calmamente 
                                                                             Com o teu mais velho
                                                                             E silencioso amigo"...
                                                                                                         Mario Quintana

Para os apaixonados por vinho,como eu, estar perto desse universo fantástico, vivenciando presencialmente o que os olhos, muitas vezes, apenas curtiam através de imagens em revistas, chega a ser um momento tão especial quanto degustar um Gran Cru Classé. Porque a vida vai se pondo e nesse movimento somos colocados frente a frente com  momentos, antes nem imaginados. O que fica de fato é o que se vive. São as surpresas positivas que alimentam nossa alma, tal qual uma boa taça de vinho, apreciada calmamente, na solitude em um confortável sofá ou com quem está ao nosso lado, disposto a celebrar a vida!
                                                                                                          Santè! 

Vignobles Malartic



segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Bordeaux é a nova Paris

Visitar Bordeaux era um plano de tempos. Acabou acontecendo no verão europeu desse ano.
Sabia da sua importância pelos maravilhosos vinhos que produzem. 
Não podia imaginar a tamanha beleza da cidade! Uma grande e grata surpresa.
Bordeaux, classificada como patrimônio da Unesco em 2007, é realmente muito linda!
E, muito iluminada.


   Bordeaux é a capital e a maior cidade do departamento da Gironda e da região Nova-Aquitânia, no sudoeste da França. É um porto na margem sul do rio Garona. Tem cerca de 236 mil habitantes.


Nessas duas imagens, feitas no centro de Bordeaux, o espelho-d´água reflete prédios, bondes elétricos e luzes. Muitas luzes!  Estar nessa atmosfera torna-se inesquecível o que visualiza-se na Place de la Bourse, especialmente durante a noite.


                                       A fonte Place de la Bourse é um ícone do centro da cidade.


                    Na mesma praça do espelho mágico ( Le Miroir d´eau), onde a água reflete a alegria e a liberdade de quem passa por ali, o clima diurno é completamente diferente. Porém, não menos lindo! É muito tentador tirar os sapatos e passear livremente por esse espelho, tão transparente!


A chuva miúda não atrapalha, em nada, a visitação. Pelo contrário...possibilita fazer registros com outros adornos. E, a paisagem continua encantando!



Monumento dos Girondinos está localizado na Place des Quinconces e foi erguido em memória dos girondinos. É composto por uma escultura em bronze e duas grandes fontes aos seus pés. Os Girondinos eram um grupo político da época da Revolução Francesa e o objetivo desse monumento é prestar homenagem aos políticos que foram perseguidos e executados durante a época do Reino do Terror. 


Quando você ouve a palavra "Bordeaux",  pensa...VINHO! Mas, ela é bem mais do que uma região rica na produção de vinhos. A arquitetura e gastronomia vão surpreender a todos que a visitarem.

A cidade foi restaurada com muito capricho e conta com um sistema de transporte público ultramoderno. Costumam dizer que após muitos anos de trabalho pesado, a "Bela Adormecida" despertou de seu sono...concordo!

São tantas as atrações dessa bela cidade, que fica o convite para que você programe boas vivências por lá. Aqui, mostramos apenas uma pequena parte do todo que é Bordeaux. Quando passamos por ela e vivenciamos seus encantos por alguns dias, entendemos o que os jornalistas e críticos estão dizendo:
                                                                           Bordeaux é a nova Paris!
                                                                                                           Voilà!